“Recompensar crianças por atitudes corretas não ajuda a desenvolvê-las”, diz pediatra

“Recompensar crianças por atitudes corretas não ajuda a desenvolvê-las”, diz pediatra

Ser mãe e pai é caminhar por uma estrada desconhecida, na qual nem sempre o percurso é claro e iluminado. Mas, calma, existe um norte que deve ser seguido: o da responsabilidade e do diálogo. Para ajudar no desenvolvimento psíquico e social de uma criança, o papel da família vai além do amor e educação, e inclui estímulos, limites e muita compreensão e paciência. Além dos prejuízos no relacionamento, o contato com a tela pelas crianças nessa fase pode causar danos físico no desenvolvimento. Uma pesquisa pioneira do National Institute of Health (NIH), dos Estados Unidos, mostrou que crianças expostas a tablets, celulares e videogames tiveram uma diminuição da parte anatômica do cérebro. Um afinamento precoce do córtex cerebral – que processa as informações dos cinco sentidos – levaria a uma possível redução da receptividade de informações sensoriais como visão, audição, tato, olfato e paladar.

A família deve estabelecer limites, explicando o porquê de alguma proibição e a consequência das ações, além de mostrar para a criança que não será agindo dessa forma que ela terá suas vontades atendidas. Cabe aos pais, também, a tarefa de acolher e ajudar os filhos a entender os próprios sentimentos. “É um período de formar a identidade, experimentar e testar os limites da família. Nessa fase, a criança não tolera frustrações e é importante que os pais entendam que dar limites também é dar amor”, reforça.


Fonte: https://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/comportamento/cada-fase-crianca-adolescente-exige-comportamento-pais/

Deixe um comentário